logo branca (1).png
  • Sala de Interrogatório Podcast

BTK: O pai de família que matava

Dennis Rader era um pai de família, um vizinho gentil e um colega de trabalho normal na maior parte do tempo. Acontece que no seu tempo livre ele se transformava no BTK, um Serial Killer que amarrava, torturava e depois estrangulava suas vítimas.

Ouça o episódio completo:












Dennis Rader levava o que poderia se chamar de uma “vida dupla”. Na maior parte do tempo ele era um bom marido, um pai amoroso, participava do grupo de escotismo e era presidente do conselho da congregação cristã que frequentava.

No seu tempo livre ele era um serial killer a solta. Dennis passava por diferentes fases ao “assumir sua personalidade assassina”. Havia momentos em que ele somente observava suas vítimas, as quais intitulava de “projetos”, outras vezes ativava o seu modo perseguidor e partia para ação.


O BTK era um assassino que gostava da atenção da mídia e da polícia. Recorrentemente ele enviava cartas para as emissoras assumindo a autoria de alguns crimes e dando detalhes de como tinha assassinado suas vítimas.


Ele deixava bem claro o seu modus operandi: amarrar, torturar e enforcar (em inglês as iniciais de BTK). Além de assassinar ele gostava de levar pequenas lembranças da casa das vítimas, como é o caso da máscara da foto a seguir. Esta máscara virou quase um símbolo do BTK, pois há fotos dele a usando vestido de mulher.


“No caso de Dennis, não havia nenhuma razão particular em seu passado. Sem traumas. Ele era um garoto totalmente americano, o mais velho dos quatro garotos de sua família. Ele tinha uma família intacta e brincava em sua fazenda. Então, de onde tudo isso veio?”

-Dra. Ramsland

Ao todo fora dez pessoas que morreram nas mãos do BTK. Depois de ficar anos inoperante, ao perceber que ninguém mais lembrava dele, o assassino resolveu se comunicar com a polícia novamente. Ele queria mostrar que, ao contrário do que todos pensavam, ele não estava morto e nem preso.


Foi através de um disquete enviado por BTK, que a polícia chegou ao nome de Dennis Rader e conseguiu comprovar que ele era o responsável pelas dez mortes, Dennis foi sentenciado à prisão perpétua.


O depoimento dele no tribunal é muito surpreendente. Dennis relata com detalhes cada um de seus crimes como se estivesse descrevendo um passeio ao shopping. Por diversas vezes ele se enquadra na categoria serial killer e, inclusive, descreve comportamentos específicos de um assassino em série para o juiz. Confira o seu depoimento:



Você já conhecia esta história?

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
branco.png